A meditação e a pureza

Com a prática da meditação, todo o nosso corpo vai purificando, limpando. Aos poucos, sentimo-nos desconfortáveis com tudo o que intoxica o nosso organismo, como o tabaco e o álcool, os refrigerantes e até os fritos. Dia após dia, a meditação vai elevando a nossa vibração e cada vez procuramos mais alimentos, hábitos e vivências saudáveis. Sabendo isto, e tendo em conta o que o meu Professor Sri Chinmoy, nos ensinou, podemos ir alterando os nossos hábitos menos saudáveis e deste modo, acelerar este processo de limpeza interior e exterior.
Ficar atenta aos pensamentos e às atitudes, também é muito importante e determinante para a nossa pureza. Assim, jamais nos devemos permitir, pensar mal dos outros ou fazer julgamentos. Devemos sempre cultivar pensamentos amigáveis e de compaixão pelos outros e pelo mundo. Aos poucos, vamos aperceber-nos que a constante negatividade e pessimismo de algumas abordagens sociais…estão de todo afastadas dos nossos propósitos de paz.
Aceitar cada vez mais os outros e as suas particularidades, faz de nós melhores pessoas.
Compreender melhor as posturas e decisões dos outros, faz de nós melhores cidadãos.
Enfrentar cada vez mais as adversidades, faz de nós almas mais fortes.

A paz interior, torna o mundo possível. E o modo como entendo o mundo, traz-me crescente paz interior.
Sri Chinmoy sempre sublinhou a importância de respeitar os outros e o mundo, de partilhar e lutar pela paz, de ser transparente e fiel à nossa essência. Sri Chinmoy ensinou-nos que se trabalharmos a pureza, aumentamos a nossa recetividade à Luz, à Paz dentro de nós. Isto é tudo que tanto quero!
Vamos fazer respirações profundas, concentrar a nossa mente numa flor e simplesmente viajar…para o interior. PC